Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Selic para fim de 2013 sobe de 10,38% para 10,75%

Por Eduardo Cucolo

Brasília – O mercado financeiro elevou a previsão para a taxa básica de juros no fim de 2013 de 10,38% ao ano para 10,75% ao ano. Para o fim de 2012, a expectativa continua de uma taxa Selic de 9,50% ao ano, conforme o boletim Focus divulgado hoje pelo Banco Central (BC).

O levantamento mostrou ainda que a expectativa para a Selic média no decorrer de 2012 caiu ligeiramente, de 9,72% para 9,69%. Para 2013, a expectativa de juro médio manteve-se em 10,50%. Há um mês, o mercado previa Selic média de 9,69% em 2012 e de 10,50% em 2013.

O mercado financeiro aumentou levemente a previsão para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2012. Segundo a pesquisa Focus, a mediana das estimativas para a inflação neste ano subiu de 5,28% para 5,29%. Há quatro semanas, a previsão estava em 5,31%. Para 2013, as projeções não foram alteradas pela décima semana seguida e segue a expectativa de alta de 5,00% para o IPCA.

Também foi mantida a estimativa suavizada para o IPCA nos próximos 12 meses que segue em 5,30%. Há um mês, a projeção estava em 5,38%. Entre o grupo de analistas que mais acertam as projeções do BC, o chamado top 5, a mediana das estimativas para o IPCA seguiu em 5,41% (2012)e 5,25% (2013). Há quatro semanas, o grupo esperava altas de 5,27% neste ano e de 4,80% no ano que vem.

Entre todos os analistas ouvidos pelo BC, a mediana das projeções para o IPCA em janeiro de 2012 ficou em 0,55%. Para fevereiro, a estimativa recuou de 0,56% para 0,55%. Há quatro semanas, o mercado previa IPCA de 0,59% em janeiro e de 0,60% em fevereiro.

A pesquisa também mostra que a mediana das expectativas para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano passou de 3,27% para 3,30%, mesmo patamar que estava há quatro semanas. Para 2013, a previsão para o crescimento da atividade econômica passou de 4,15% para 4,20%, também a mesma verificada na pesquisa feita há um mês.

O levantamento mostrou ainda que a projeção para o crescimento do setor industrial em 2012 caiu de 3,00% para 2,79%. Há quatro semanas, estava em 3,43%. Para 2013, a expectativa de avanço do setor industrial manteve-se em 4% pela nona semana consecutiva.

Analistas mantiveram ainda a previsão para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o Produto Interno Bruto (PIB) em 36,95% em 2012 e 35,80% em 2013.