Clique e assine a partir de 9,90/mês

Seis em cada dez brasileiros concordam com a reforma da Previdência

Pesquisa CNI/Ibope aponta que 59% dos entrevistados são favoráveis às mudanças, porém só 36% afirmam conhecer a proposta do governo

Por da Redação - Atualizado em 8 Maio 2019, 18h22 - Publicado em 8 Maio 2019, 17h41

A maioria dos brasileiros considera necessária uma reforma da Previdência. É o que mostra pesquisa do Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada nesta quarta-feira, 8. Segundo o levantamento, 59% dos brasileiros dizem concordar que é preciso uma reforma. Outros 36% discordam.

O Ibope ouviu 2.000 pessoas em 126 municípios do país entre os dias 12 e 15 de abril. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para cima ou para baixo.

Está em tramitação no Congresso a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) enviada pelo governo Bolsonaro para alterar as regras previdenciárias. O texto prevê, entre outros pontos, a fixação de idade mínima para a aposentadoria. Para mulheres, a exigência é de 62 anos, e para os homens, 65. O tempo mínimo de contribuição também pode ser elevado, de quinze anos de contribuição para vinte anos.

A percepção de que as mudanças são imprescindíveis é maior entre os homens, os que têm ensino superior e renda familiar superior a cinco salários mínimos, revela o levantamento. Entre os homens, 63% dizem que é preciso fazer a reforma da Previdência. Já entre as mulheres, o porcentual cai para 54%.

As mudanças são necessárias para 68% dos entrevistados com ensino superior e para 73% dos que têm renda familiar acima de cinco salários mínimos. A pesquisa revela ainda que a reforma tem o apoio da maioria dos que ganham menos e com menor grau de escolaridade: 52% dos que concluíram até a quarta série do ensino fundamental e 51% dos que recebem até um salário mínimo acreditam que são necessárias mudanças na aposentadoria e que é preciso mudar o sistema previdenciário do país.

Apesar de a maioria ver necessidade da reforma, o nível de conhecimento da atual proposta apresentada pelo governo ao Congresso é baixo. Apenas 36% da população afirma conhecer a proposta do governo em tramitação. Desse porcentual, só 6% dizem ter amplo conhecimento do texto e 30% conhecem os principais pontos.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade