Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sarkozy e Merkel explicam acordo sobre euro a Van Rompuy

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, e a chefe do governo alemão, Angela Merkel, enviaram nesta quarta-feira uma carta ao presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, com os detalhes do acordo franco-alemão que será proposto na reunião de Bruxelas para apagar a crise do euro, disse a presidência francesa.

O compromisso elaborado por Sarkozy e Merkel pretende reformar os tratados europeus e será apresentado na quinta-feira aos chefes de Estado e de Governo dos 27 países da União Europeia (UE), reunidos durante dois dias em Bruxelas.

“Teremos que consolidar de maneira significativa os fundamentos da união econômica europeia”, disseram os dois dirigentes a Van Rompuy, que também preveem apresentar propostas de reforma aos 27 países da UE.

“Junto da moeda única, é indispensável um pilar econômico sólido que se apoie em uma governança reforçada para garantir a disciplina orçamentária, assim como um crescimento mais forte e uma competitividade crescente”, disseram Sarkozy e Merkel, que propõem que “estas novas regras e compromissos sejam incluídos nos tratados”.

Paris e Berlim esperam que toda a UE possa aderir ao plano, mas em caso de rejeição, os “Estados cuja moeda única é o euro deveriam seguir adiante”.

O compromisso franco-alemão prevê essencialmente potencializar a disciplina orçamentária, com a adoção de uma regra de ouro em todos os países e sanções automáticas no caso de que se supere o teto do déficit autorizado (3% do Produto Interno Bruto), assim como mecanismos de “solidariedade” financeira com os países em dificuldade.