Clique e assine a partir de 9,90/mês

Santander registra queda de 35% no lucro líquido em 2011

Por Dominique Faget - 31 jan 2012, 07h14

O banco Santander, número um da Eurozona em termos de capitalização, anunciou nesta terça-feira uma queda de 35% do lucro líquido em 2011, a 5,351 bilhões de euros (7,1 bilhões de dólares), depois que fez grandes provisões para proteger os ativos imobiliários perigosos.

No quarto trimestre, o lucro líquido foi de apenas 47 milhões de euros, uma queda de 98% na comparação com os € 2,101 bilhões registrados no mesmo período em 2010.

No conjunto do ano, o Santander paga o preço pelas provisões, com uma queda de 35% do lucro líquido, a 5,351 bilhões de euros.

O banco parece ter sacrificado o lucro com “provisões extraordinárias”, concentradas no quarto trimestre, no valor de € 3,183 bilhões, fundamentalmente para proteger-se dos ativos imobiliários de risco.

Continua após a publicidade

Deste valor, mais da metade (1,812 bilhão) envolve os ativos imobiliários do Santander na Espanha, um país afetado pela crise desde a explosão da bolha no setor da construção, em 2008.

Publicidade