Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Saída de dólares supera entrada em US$ 2,5 bi em março, diz BC

Fluxo cambial ficou negativo pelo segundo mês seguido; no ano, déficit é de 10 bilhões de reais

O fluxo cambial, saldo de entrada e saída de moeda estrangeira do país, fechou março negativo em 2,54 bilhões de dólares. Trata-se do segundo mês seguido de saída de recursos do país. Em fevereiro, 9,29 bilhões de dólares haviam deixado a economia brasileira.

Segundo dados do Banco Central, em março, a conta financeira – por onde passam investimentos diretos, aqueles feitos por empresas para aumento de capacidade de produção, por exemplo – apresentou déficit de 4,28 bilhões de dólares, quarto resultado negativo consecutivo. Já a conta comercial teve superávit de 1,73 bilhão dólares, mantendo a tendência positiva. Desde abril de 2015, a rubrica só apresentou déficit em um mês.

A fuga de dólares do país se intensificou no fim de fevereiro, após a perda do selo de bom pagador do Brasil pela Moody’s. A agência de classificação de risco ainda colocou a nota do país em perspectiva negativa, o que indica que pode sofrer novo rebaixamento.

No ano, até 1º de abril, o fluxo cambial ficou negativo em 10,02 bilhões de dólares – no mesmo período do ano passado, houve superávit de 5,11 bilhões de dólares. No início de 2015, os investidores estavam animados com a nova composição da equipe econômica, liderada pelo então ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Leia mais:

Vale reduz projeção de investimentos para US$ 5,5 bilhões em 2016

Produção de veículos cai 23,7% em março sobre 2015, diz Anfavea

(Com Reuters)