Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Saiba como evitar as armadilhas da Black Friday

Evento acontecerá no próximo dia 28 e reúne descontos de até 80% em milhares de produtos, mas pode esconder golpes e preços maquiados

Por Daniela Macedo
12 nov 2014, 12h23

No dia 28 de novembro, varejistas de todo o país venderão produtos com desconto na 5ª edição da Black Friday brasileira. No ano passado, o evento movimentou 770 milhões de reais em compras online, quebrando os recordes de faturamento em um único dia, segundo a E-bit, empresa especializada em informações do e-commerce. Apesar do grande número de reclamações, os brasileiros abriram as carteiras: foram quase dois milhões de pedidos feitos via internet, cinco vezes o volume de pedidos de um dia comum. A estimativa para este ano é ainda maior. De acordo com a E-bit, as vendas devem superar 1 bilhão de reais, totalizando quase 3,5 milhões de pedidos online em um único dia.

Quem pretende engrossar essa estatística deve ficar atento para não cair em golpes e falsos descontos de preços maquiados. Conhecer os direitos é o primeiro passo para evitar armadilhas. “Todos os direitos do consumidor referentes a prazos de entrega, troca e devolução por arrependimento estão resguardados”, resume Fabíola Meira, advogada especializada em direito das relações de consumo.

A não ser que a loja avise que o produto apresenta algum defeito aparente – desde que não afete o funcionamento do equipamento – o consumidor pode solicitar a troca até 90 dias após a compra de bens não-duráveis, independente da garantia do fabricante. Para compras fora do estabelecimento (via internet ou pelo telefone), o consumidor tem sete dias para se arrepender da aquisição e requerer devolução do valor pago. E se a loja atrasar a entrega do produto, problema comum quando há aumento da demanda, o comprador tem direito à devolução integral da quantia paga, troca por outro produto de valor equivalente ou entrega imediata sob pena de multa diária.

Veja outras dicas para não transformar a Black Friday em cilada:

Continua após a publicidade

Fonte: Thiago Flores, diretor executivo do Zoom, site comparador de preços

Leia também:

Como se prevenir de golpes na internet

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.