Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

SAC autoriza construção de aeroporto em São Roque

Investimento no projeto é de R$ 1,2 bilhão e o aeroporto terá capacidade de 200 mil pousos e decolagens por ano

O chefe da Secretaria de Aviação Civil (SAC) da Presidência da República, Wellington Moreira Franco, assinou nesta terça-feira a autorização para a construção e exploração do Novo Aeroporto Internacional Executivo Metropolitano de São Paulo (Naesp), em São Roque, a 45 quilômetros da capital paulista. O investimento previsto pela JHSF no projeto é de 1,2 bilhão de reais e o Naesp terá capacidade de 200 mil pousos e decolagens por ano.

O empreendimento será construído em uma área de 2 milhões de metros quadrados, às margens da Rodovia Presidente Castelo Branco, e terá duas pistas, um centro de manutenção de aviões e helicópteros, torre de controle, terminal de passageiros e heliponto. Parte do aeroporto pode começar a funcionar em julho, mas a conclusão final das obras está prevista para a metade de 2015.

Leia mais:

De olho nos mercados regionais, fabricantes focam em aviões menores

Estado de São Paulo vai privatizar 11 aeroportos

Com capacidade para receber jatos executivos de grande porte, o novo aeroporto tornará possíveis voos para América do Norte, Europa e Oriente Médio. O Naesp deve capturar parte da demanda de voos executivos dos aeroportos de Congonhas, na zona sul de São Paulo, e Santos-Dumont, no Rio, permitindo o aumento das viagens comerciais regulares nas capitais paulista e fluminense.

“O empreendimento inteiro na área do aeroporto chega a 6 bilhões de reais”, destacou Moreira Franco, citando os projetos comerciais e residenciais da JHSF e de terceiros no entorno do novo aeródromo, numa área que alcança 7 milhões de metros quadrados. “O empreendimento irá contribuir para o fortalecimento da aviação civil no país”, completou.

O aeroporto de São Roque é o segundo aeródromo privado de aviação geral a ser liberado pela SAC em regime de autorização. No fim de julho, o chefe da SAC da Presidência da República já havia assinado a permissão para a construção do Aeródromo Privado Rodoanel, em Parelheiros, na zona sul de São Paulo.

(com Estadão Conteúdo)