Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sabesp diz que crise hídrica acabou e tem lucro recorde

Empresa de saneamento de São Paulo tem resultado positivo de R$ 2,947 bilhões de reais e diz que estoques de água já superam números de 2013

A Sabesp teve lucro foi de 2,947 bilhões de reais em 2016, um resultado recorde, segundo balanço divulgado pela companhia de saneamento básico do Estado de São Paulo nesta terça feira. O resultado é  mais de cinco vezes acima do de 2015. O recorde anterior havia sido registrado em 2013, de 1,923 bilhões de reais. A companhia considera que a crise hídrica pela qual passou o Estado chegou ao fim.

O lucro da Sabesp no quarto trimestre surpreendeu os analistas. A cifra veio 67% acima da média projetada por cinco instituições financeiras (BTG Pactual, Itaú BBA, Santander, JPMorgan e Socopa), que seria de 567,6 milhões de reais. As estimativas oscilavam bastante, mas o resultado superou até a casa mais otimista, que esperava um lucro de 689 milhões de reais (alta de 49,5%).

Contribuiu para o resultado positivo o aumento das receitas, motivado pelo aumento nas tarifas cobradas pelos serviços, maior venda de água e com menor bônus dado a clientes por economia de consumo, segundo a companhia.Os valores cobrados pela empresa subiram em média 15,2% em junho de 2015 e 8,4% em maio de 2016. “A receita operacional bruta relacionada à prestação de serviços de água e esgoto apresentou um acréscimo de 2,2 bilhões  de reais ou 24,3%, quando comparado a 2015”, diz a companhia.

O total de recursos do bônus do Programa de Incentivo à Redução no Consumo de Água, finalizado no último mês de abril,  foi de 187,4 milhões no ano passado, ante 926,1 milhões de reais em 2015. Em contrapartida, a receita extra através da Tarifa de Contingência, também encerrada em abril de 2016, foi menor (224,7 milhões de reais ante 499,7 milhões de reais em 2015).

No quarto trimestre, a Sabesp registrou lucro líquido de 946,9 milhões de reais, um avanço de 105% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Crise hídrica

Sobre a crise hídrica que o Estado enfrentou, a Sabesp considera que o problema foi superado graças à mudança de hábitos da população, ao retorno das chuvas e de obras emergenciais. “Vivemos hoje um cenário de normalidade com a franca recuperação dos mananciais que atendem a metrópole. Os volumes totais de água estocados do início de 2017 já superam os índices de 2013, antes de deflagrada a severa seca”, diz trecho do relatório de administração da companhia.

(Com Estadão Conteúdo)

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. essa e a logica do gestor alkimin aumenta na baixa mas nao abaixa na alta, dos reservatorios claro

    Curtir

  2. Só fala que lucrou mas não fala sobre investimentos na rede.

    Curtir

  3. Helio Carneiro

    So obras emergenciais e as obras de prevenção de novas crises? Brasil aprendeu a viver no limite do limite em tudo praticamente. Saúde, educação e insegurança Já n existe limite a muito tempo.

    Curtir