Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Risco de Grécia deixar o euro cresceu, segundo OCDE

– Milão, 13 – O risco de a Grécia abandonar o euro cresceu, disse o economista-chefe da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), Pier Carlo Padoan. Em entrevista ao jornal italiano La Stampa, Padoan afirmou que “o perigo existe, e hoje ele é maior do que há seis meses”.

O economista, que também é vice-secretário-geral da OCDE, também disse que a Grécia precisa continuar a implementar medidas de austeridade e a combater a evasão fiscal depois da formação de seu novo governo. Para ele, uma moratória da dívida grega representaria “nada menos que uma catástrofe social”.

Padoan também disse ser favorável à ideia de excluir investimentos públicos do cálculo dos déficits governamentais, embora prefira que os países da zona do euro respeitem o “pacto fiscal” no que se refere à disciplina com as contas públicas. Ele disse ainda que apoia a proposta de permitir que os países da zona do euro emitam bônus em euros, defendida pelo primeiro-ministro da Itália, Mario Monti. As informações são da Dow Jones. (Renato Martins)