Clique e assine com 88% de desconto

Réveillon 2019: ocupação nos hotéis do Rio chega a 85%

Flamengo é o bairro com maior procura, seguido por Ipanema e Leblon

Por Agência Brasil - Atualizado em 26 dez 2018, 17h23 - Publicado em 25 dez 2018, 15h22

A taxa média de ocupação hoteleira para o réveillon de 2019 no Rio de Janeiro atingiu 85%, superando os 51% registrados no mesmo período no ano passado, de acordo com pesquisa foi divulgada nesta terça-feira, 25, pelo Sindicato dos Hotéis da cidade (SindHotéis Rio).

A maior demanda foi registrada no bairro do Flamengo, com 91% de ocupação, seguida por Ipanema e Leblon, com 89%, e outros bairros da zona sul da capital. Na Barra da Tijuca, Zona Oeste, 87% dos quartos já estão reservados. De acordo com o SindHotéis Rio, pela primeira vez a Barra da Tijuca tem mais procura que Copacabana, que, até o momento, está com 85% de ocupação. Na região central da cidade, as reservas alcançam 79%.

Mercado

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH-RJ) apurou que, nos municípios do interior do estado, mais de 80% dos quartos estão reservados para o a passagem de Ano Novo. O presidente da ABIH-RJ e do SindHotéis Rio, Alfredo Lopes, considerou que a procura está bastante aquecida neste ano.

“Pelo comportamento atual do mercado, a data será prioritariamente a do mercado nacional, que costuma reservar mais em cima da hora. Ainda assim, a reserva para os bairros do centro, Flamengo e Barra da Tijuca, que praticam valores um pouco abaixo da tradicional Zona Sul, já está bastante aquecida”, afirmou.

Publicidade

Lopes acredita que, embora Copacabana não apareça na liderança da ocupação hoteleira, o réveillon terá quartos lotados. “A orla de Copacabana sempre lota; é um dos maiores réveillons do mundo. Neste ano não será diferente”, disse Alfredo.

A ABIH-RJ promove neste ano, na Barra da Tijuca, a queima de fogos em doze pontos da orla, envolvendo hotéis e condomínios, com tempo de duração de catorze minutos.

Publicidade