Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Restaurante dá 1% de desconto para cada ano de condenação de Lula

Segundo o sócio-proprietário da filial da Detroit Steakhouse, a marca reprovou a promoção, mas o desconto será mantido

Uma promoção da filial da Detroit Steakhouse em Manaus oferece 1% de desconto para cada ano de condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está sendo julgado na tarde desta quarta-feira em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Segundo o sócio-proprietário da franquia, Giulian Ferreira, a promoção não envolve opiniões políticas. “Nós sempre transmitimos todo tipo de evento no restaurante, é um grande chamariz da filial. Como esse evento [julgamento do Lula] é único no nosso país e está sendo televisionado, convidamos nossos clientes para assisti-lo aqui”.

Ele nega que a promoção represente uma torcida para que Lula seja condenado. “Somos a favor da justiça, o país tem que ser passado a limpo. Se o ex-presidente Lula for condenado, vamos apoiar porque acreditamos na justiça do Brasil. Se um dia o [deputado Jair] Bolsonaro for presidente e fizer algo de errado, vamos apoiar a condenação dele também”.

A promoção da franqueada de Manaus repercutiu mal e acabou sendo desautorizada pela franqueadora, que publicou um post nas redes sociais pedindo desculpas a todos que se sentiram ofendidos.

De acordo com Ferreira, apesar de a franqueadora ter reprovado a promoção, o desconto será mantido. “Entenderam que a promoção tinha cunho político, mas conversamos com a gerente de marketing e explicamos que não temos nenhum envolvimento político. Fomos advertidos, mas com toda sinceridade, a ação tomou uma proporção descabida”, afirmou.

Segundo ele, a promoção será válida apenas para esta quarta-feira, caso o ex-presidente seja condenado.

“Não nos arrependemos, fizemos uma campanha como tantas outras. Sempre pegamos uma boa informação e, como brasileiros bem-humorados, aproveitamos a situação”.

Procurada, a franquia Detroit Steakhouse pediu desculpas a todos que se sentiram ofendidos. “Nós, da franqueadora, ressaltamos que a ação não foi autorizada e estamos analisando as medidas cabíveis de punição ao responsável”.

A rede ressaltou que não possui nenhum posicionamento político partidário. “Continuamos convidando a todos para frequentar nossas casas, que sempre tiveram como objetivo único oferecer uma excelente experiência gastronômica e de entretenimento intercultural. Torcemos por um país livre de todo discurso de ódio e melhor para todos!”.

Julgamento

O ex-presidente Lula está sendo julgada nesta quarta-feira em segunda instância no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) – ele já havia sido condenado em primeira instância a nove anos e meio de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Acompanhe ao vivo o julgamento de Lula.