Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Reservas provadas no pré-sal cresceram 43%, diz Petrobras

A estatal disse ter alcançado um novo recorde diário na produção no pré-sal, superando o patamar de 390 mil barris de petróleo por dia

Por Da Redação 15 jan 2014, 20h57

A Petrobras informou nesta quarta-feira que suas reservas provadas no pré-sal em 2013 cresceram 43% quando comparadas ao ano de 2012. Segundo o comunicado da estatal, desde 2007 a companhia vem incorporando volumes crescentes às suas reservas provadas oriundas da camada pré-sal, que se estende do sul do estado do Espírito Santo até o estado de Santa Catarina.

Ainda de acordo a nota, atualmente, mais de um quarto das reservas provadas da Petrobras são provenientes do pré-sal. “Em 2013, a perfuração de 42 poços nesta camada do pré-sal, associada ao excelente desempenho das plataformas em produção nas Bacias de Campos e Santos permitiu este crescimento de reservas em 43%”, afirma a estatal. “É importante destacar que o aumento das reservas ocorre em paralelo com uma produção crescente na camada do pré-sal”, acrescenta.

Leia também:

Dilma diz que Libra sinaliza abertura do governo ao setor privado

Empresas depositam os R$ 15 bilhões referentes ao bônus de Libra

Shell e demais estrangeiras devem usar recursos do exterior para pagar Libra

A estatal destaca que, no último dia 13, entrou em operação, com uma produção de 28 mil barris de petróleo por dia, o segundo poço produtor da plataforma Cidade de Paraty, no campo de Lula, totalizando 58 mil barris de petróleo por dia nesta plataforma. “Em decorrência, em 14 de janeiro de 2014, alcançou-se um novo recorde diário, no qual a produção de petróleo operada pela Petrobras no pré-sal superou o patamar de 390 mil barris de petróleo por dia”, afirma. “O recorde anterior foi estabelecido em 24 de dezembro de 2013, com 371 mil barris de petróleo por dia.”

Além disso, segundo a Petrobras, das duas bacias em produção do pré-sal, a de Campos e a de Santos, esta última contribui com 51% deste recorde de 390 mil barris de petróleo por dia, com a operação de nove poços produtores, “comprovando a elevada produtividade dos campos descobertos na camada pré-sal”.

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)