Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Repsol comprará 10% de suas próprias ações da Sacyr

Por Da Redação 20 dez 2011, 08h51

Por Álvaro Campos

Madri – O chairman da petroleira Repsol YPF, Antoni Brufau, disse hoje que a companhia espanhola chegou a um acordo para comprar 10% de suas próprias ações do seu maior acionista, a Sacyr-Vallehermoso SA, uma ação que põe fim a uma luta por poder dentro da Repsol que já durava cinco anos.

Um porta-voz da petroleira espanhola disse que Brufau fez o comentário na Rússia, onde, em um evento não relacionado ao caso, ele assinou um acordo para uma joint venture com a companhia russa-casaque Alliance Oil Co. Segundo esse representante, a Repsol planeja divulgar mais informações sobre o acordo com a Sacyr ainda hoje.

As negociações com as ações da Repsol e da Sacyr foram suspensas mais cedo na Espanha, antes da abertura do mercado. Ontem, os papéis da Repsol tinham fechado a 22,18 euros na Bolsa de Madri, e os da Sacyr a 4,03 euros.

A Sacyr, uma construtora altamente endividada, se tornou a maior acionista da Repsol em 2006, quando comprou uma fatia de 20% na petroleira. A ação foi apoiada pelo governo da Espanha, como uma forma de ter um acionista institucional espanhol na Repsol, garantindo que a petroleira não fosse tomada por grandes rivais estrangeiras.

Entretanto, as equipes da Repsol e da Sacyr tem entrado em conflito com frequência desde então, especialmente após o estouro da bolha no mercado imobiliário espanhol, em 2008, que deixou a construtora em dificuldades para pagar o empréstimo que pegou para comprar a fatia na petroleira. As informações são da Dow Jones.

Continua após a publicidade
Publicidade