Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Repasse à CDE no ano não chegará a R$ 9 bi, diz Augustin

Governo vem emitindo títulos públicos em favor da CDE para cobrir os descontos na conta de luz prometidos por Dilma Rousseff

Por Da Redação 3 set 2013, 16h17

Após ser questionado sobre os “valores reais” que o governo terá de desembolsar para bancar a redução do custo de energia aos consumidores, o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, afirmou, nesta terça-feira, durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, que o valor de repasse à Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) em 2013 será “possivelmente menor que 9 bilhões de reais, mas será um número expressivo”.

Leia também:

Tesouro emite R$ 2,05 bi em títulos para cobrir desconto da conta de luz

Aneel cobra elétricas sobre limpeza da vegetação em linhas de transmissão

O secretário disse que o governo decidiu “suportar o custo a mais das térmicas”, que tiveram de ser ligadas devido ao baixo nível de chuvas em 2012. “Isso significa custo elevado do sistema elétrico, que não estava previsto. A rigor, haveria elevação da tarifa e redução. Não achamos esse processo positivo. Entendemos que deveríamos suportar”, justificou.

Continua após a publicidade

A proposta de orçamento para 2014 prevê repasse de 9 bilhões de reais para a CDE. Augustin lembrou que esse é o valor previsto e que pode ou não ser completamente usado. O Tesouro Nacional autorizou, nesta terça-feira, mais uma emissão de títulos em favor da CDE, no valor de 2,049 bilhões de reais. Na semana passada, Augustin afirmara que o repasse para a CDE em setembro ficaria entre 1,5 bilhão e 2 bilhões de reais. Em julho, o valor foi de 500 milhões de reais e, em agosto, de 1,5 bilhão de reais.

O assunto foi colocado em pauta pela senadora Ana Amélia (PP-RS). “Falou-se muito quando o governo citou a política energética para baratear o custo de energia de um porcentual de desembolso do Tesouro para custear a redução do custo aos usuários. As informações que temos é de que esse valor é muito maior do que o previsto”, disse Ana Amélia.

Leia ainda:

Augustin dá explicação otimista ao Senado sobre empréstimos aos estados

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês