Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Renda pessoal sobe 0,5% nos EUA em dezembro

Por Clarissa Mangueira e Danielle Chaves

Washington – Embora tenham observado um aumento da renda em dezembro do ano passado, os americanos preferiram economizar em vez de gastar, em um sinal de que a cautela deverá continuar a manter a economia em um ritmo lento de crescimento em 2012.

A renda pessoal subiu 0,5% nos EUA em dezembro de 2011, em bases mensais, após avançar 0,1% em novembro, disse o Departamento do Comércio. O gasto com consumo ficou estável em dezembro, após aumentar 0,1% no mês anterior. Os economistas ouvidos pela Dow Jones previram alta de 0,1% do gasto dos consumidores e aumento de 0,4% da renda pessoal. Em bases anuais, a renda e os gastos se moveram em conjunto, com cada um subindo 4,7%, mostraram os dados. A taxa de poupança subiu para 4% em dezembro, após aumentar 3,5% em novembro.

Já o índice de preços dos gastos com consumo pessoal (PCE, na sigla em inglês) nos EUA subiu 0,1% em dezembro do ano passado, na comparação com novembro, e 2,4% em relação a dezembro de 2010. A taxa anual foi levemente maior do que a meta de inflação do Federal Reserve, de 2,0%, mas significativamente mais baixa do que a alta anual de 2,9% registrada em setembro.

O núcleo do índice PCE – que exclui itens voláteis como alimentos e energia – aumentou 0,2% em termos mensais e 1,8% em termos anuais. A previsão dos economistas era de avanço mensal de 0,1%.

Atividade industrial

O índice de atividade industrial do Meio-Oeste, elaborado pelo Federal Reserve de Chicago, subiu 1,7% em dezembro ante novembro, para o nível sazonalmente ajustado de 87,4. O índice é calculado usando dados sobre horas trabalhadas e produção em cinco Estados do Meio-Oeste, e tem superado o desempenho nacional nos últimos 12 meses. Na comparação com dezembro do ano passado, o índice de atividade aumentou 8,4%.

A produção de aço avançou 2,4% em dezembro ante novembro. Na comparação com dezembro do ano passado, o ganho foi de 14,6%. Já a produção de automóveis teve alta mensal de 1,8%, enquanto o aumento na comparação anual foi de 14,8%. A produção de maquinário subiu 2,5% no mês, avançando 12,1% no ano. A produção de matérias-primas subiu 0,9% na comparação mensal, mas caiu 0,4% em relação a dezembro do ano passado. As informações são da Dow Jones.