Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Renault está pronta para assumir a russa Lada

Já o grupo Daimler pode adquirir o controle da fabricante de caminhões Kamaz

As gigantes europeias de automóveis Daimler e Renault estão prontas para assumir o controle acionário de parceiros russos, depois de anos de conversas, afirmaram agências de notícias, citando o conglomerado estatal Russian Technologies, que detém participação em fabricantes de automóveis.

O grupo francês Renault, que possui 25% da AvtoVAZ, poderia assumir o controle da fabricante Lada ainda no primeiro semestre, teria afirmado o diretor da Russian Technologies, Sergei Chemezov, de acordo com a agência estatal de notícias RIA Novosti.

A Renault e seu sócio japonês Nissan já fecharam acordo para começar a montagem de seus modelos na vasta unidade central russa da AvtoVAZ e tem o aval do primeiro-ministro Vladimir Putin pata assumir o controle total.

A Renault comprou os 25% de participação por 1 bilhão de dólares no final de 2008, mas o negócio azedou rapidamente quando a crise financeira destruiu vendas e forçou a AvtoVAZ a ser socorrida pelo governo.

Uma porta-voz da montadora francesa disse que as discussões sobre o aumento de participação continuam em progresso, como estão desde o início da crise. “Nada mudou”, disse ela.

Renault, Nissan e AvtoVaz são a terceira maior companhia automotiva do mundo se combinadas as suas vendas, atrás da General Motors e da Volkswagen – ambas também estão investindo no rápido crescimento do mercado russo.

Fabricantes ocidentais de automóveis estão investindo pesadamente no país para tomar vantagens dos incentivos governamentais para impulsionar o parque industrial local e o mercado, que cresceu 39% em 2011.

Chemezov também foi citado por ter afirmado que o grupo Daimler poderia assumir o controle da fabricante de caminhões Kamaz, na qual já possui 11% de participação. “Eles (Daimler) estão prontos para aumentá-la para o controle acionário”, teria dito Chemezov conforme citado pela agência Interfax. A Russian Technologies possui 49,9% na Kamaz.

(com Reuters)