Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A GVG prevê os vencedores da próxima corrida digital–startups, gigantes digitais como Amazon ou redes estabelecidas como a Walmart?

SAN FRANCISCO, 9 de outubro de 2019 /PRNewswire/ — A GVG Capital, a firma global de participações privadas (private equity) classificada em primeiro lugar na transformação digital, anunciou hoje o relatório Quem vencerá a próxima corrida digital: startups, gigantes digitais como a Amazon ou redes estabelecidas como a Waltmart, Tata, Lidl? (Who Will Win Next Digital Race: startups, digital giants like Amazon or incumbents like Walmart, Tata, Lidl?) baseado no maior estudo sobre transformação digital de todo o mundo, abrangendo 5.000 empresas em 100 países.

Os desafios não poderiam ser mais altos com lugar para um vencedor – gigante digital – em cada grande mercado, por exemplo, Amazon no varejo dos EUA ou Tencent na mídia chinesa. ‘Gigantes digitais’ são empresas de mais de US$ 100 bilhões que dominam seus respectivos mercados. US$ 50 trilhões de gastos globais dos consumidores deverão passar para negócios on-line até 2030—dando início a 40 novas gigantes digitais de outros 15 países como Índia e Alemanha em dezenas de mercados de trilhões de dólares desde alimentos até produtos de cuidados com a saúde.

Principais percepções:

  • A primeira corrida digital (1995-2020) produziu 8 gigantes digitais, incluindo 7 entre as 10 empresas mais valiosas do mundo: 6 dos EUA (Amazon, Apple, Facebook, Google, Microsoft, Netflix), 2 da China (Alibaba, Tencent).
  • A próxima corrida digital (2020-2030) produzirá 40 novas gigantes digitais de outros 15 países: Índia, Indonésia, Japão, Singapura, Coreia do Sul, França, Alemanha, Itália, Holanda, Espanha, Suécia, Reino Unido, Brasil, México e EAU em dezenas de mercados de trilhões de dólares: cuidados com a saúde, mercado imobiliário, alimentos, varejo, serviços financeiros, mídia, produtos de consumo, transportes, telecomunicações, tecnologia.
  • As redes estabelecidas têm uma janela de oportunidades porque as startups e as gigantes digitais enfrentam mudanças estruturais, reações governamentais, ressentimentos populistas e desconfiança dos investidores.
  • Para vencer a próxima corrida digital e construir novas gigantes digitais, as empresas devem melhorar a experiência dos clientes 10 vezes, operar na velocidade de fundador-proprietário e perturbar seus mercados com inovações habilitadas pela Internet. Empresas com propriedade concentrada—fundador, família ou participação privada—têm uma significativa vantagem.

“Nossas percepções são moldadas por experiência prática de vinte e cinco anos, construindo 30 líderes do mercado digital em quatro continentes, em mais de uma dúzia de setores incluindo varejo, Inteligência Artificial, logística, serviços financeiros e alimentos”, de acordo com o Sr. Love Goel, presidente do conselho e CEO da GVG e autor do relatório. O relatório completo está disponível no endereço: https://bit.ly/35fbjLt.

Sobre a GVG Capital (https://www.gvgcapital.com/)
A GVG Capital é uma firma líder global de participações privadas reconhecida por liderar as 7 transformações digitais mais bem-sucedidas do mundo, criando startups de US$ 18 bilhões, desbloqueando US$ 100 bilhões em valor para os acionistas e ajudando dezenas de ícones como Apple, Walmart, ABInbev, Macy’s, P&G, BMW, Lojas Americanas e Future Group a lançarem/aumentarem seus negócios digitais.

FONTE GVG Capital Group