Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Reino Unido exige que banco exiba regra de proteção de depósitos

Por Huw Jones

LONDRES (Reuters) – Bancos britânicos devem publicar até setembro informações em agências e em seus sites esclarecendo quem reembolsará depósitos de clientes caso uma instituição vá à falência, disse o regulador bancário local nesta segunda-feira.

A Autoridade de Serviços Financeiros (FSA, na sigla em inglês) do Reino Unido afirmou que a medida é parte de uma iniciativa de longo prazo que buscar melhorar a abalada confiança pública nos bancos.

O Reino Unido teve que resgatar diversos bancos na crise financeira de 2007 a 2009. As preocupações sobre o setor cresceram recentemente, em meio a temores de que a Grécia pode sair da zona do euro e enquanto a Espanha luta para estabilizar suas instituições financeiras.

“Clientes precisam sentir-se confiantes sobre seu dinheiro e para isso precisam saber quais são os limites de compensação e qual esquema providenciará cobertura no caso de quebra de um banco”, disse Andrew Bailey, diretor da FSA, em comunicado.

Os termos de proteção permanecem os mesmos. Os depósitos de grandes bancos como Barclays, HSBC, Lloyds e Royal Bank of Scotland têm cobertura do Mecanismo de Compensação de Serviços Financeiros do Reino Unido (FSCS, na sigla em inglês). Se um banco falir, depósitos de até 85 mil libras são protegidos pelo sistema, como exigido pela lei da União Europeia.

Agências de bancos de outras regiões na Área Econômica Europeia -que inclui países da UE e Estados não-membros como Noruega e Islândia- devem deixar claro a clientes na Grã-Bretanha qual esquema nacional protegerá depósitos até 100 mil euros, disse a FSA.