Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Reformas pesam mais que eleições para negócios das empresas

De acordo com a pesquisa, 41% dos entrevistados dizem que abrirão vagas em 2018 - porcentual maior que os 25% medidos no ano anterior

As eleições de 2018 influenciam menos os negócios das empresas que investimentos em infraestrutura ou reformas tributária e da Previdência. Isso é o que mostra pesquisa realizada pela Deloitte junto a 750 companhias do país.

De acordo com o levantamento, os eventos que mais podem interferir no sucesso dos negócios estão investimentos em infraestrutura (93%), reforma tributária (84%) e da Previdência (70%). As eleições aparecem depois, com 43% das citações.

Perguntados sobre quais setores mereciam receber mais investimentos do governo, os empresários citaram rodovias, educação, energia elétrica, portos e obras de urbanização.

Entre os fatores internacionais que podem interferir negativamente nos negócios das empresas estão o aumento da taxa de juros dos Estados Unidos e a desaceleração da economia chinesa.

Contratações

A pesquisa mostrou ainda que aumentou o porcentual de empresas que pretende contratar novos funcionários no próximo ano: 41% dos entrevistados dizem que abrirão vagas em 2018. Na pesquisa realizada em 2016, apenas 25% dos empresários manifestaram a intenção de realizar contratações em 2017. Apenas 12% dos entrevistados afirmaram que vão dispensar funcionários ao longo de 2018.

Entre os setores que mais devem abrir vagas estão o de tecnologia da informação, telecomunicações e construção civil.