Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Reforma de segurança de reatores da EDF custará 10 bi de euros

Por Da Redação - 3 jan 2012, 15h38

PARIS, 3 Jan (Reuters) – A empresa de energia francesa EDF disse na terça-feira que as recomendações do órgão regulador de segurança nuclear após o acidente de Fukushima custarão à companhia cerca de 10 bilhões de euros.

“Os custos relacionados às recomendações da ASN (Autoridade de Segurança Nuclear) serão de cerca de 10 bilhões de euros”, disse uma porta-voz da EDF.

O operador de energia nuclear francês EDF precisará instalar geradores a diesel, à prova de inundações, e salas de controle remoto em suas 19 usinas no país ou terá que fechar alguns dos seus 58 reatores, disse a ASN em um relatório entregue ao primeiro-ministro francês nesta terça-feira.

A França precisa melhorar os sistemas de segurança das suas instalações nucleares para que possa resistir ao tipo de extremo choque que desencadeou em Fukushima o pior acidente nuclear em 25 anos.

Publicidade

(Por Muriel Buselli)

Publicidade