Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

ReclameAqui lista empresas que mais geram queixas na Black Friday

Segundo o site voltado à defesa do consumidor, Kabum!, Americanas.com e Submarino estavam entre as mais citadas nesta sexta-feira

O site ReclameAqui, voltado à defesa do consumidor, criou uma ferramenta para exibir em tempo real quais empresas têm gerado mais queixas durante edição de 2016 da Black Friday. Até 16h20 desta sexta-feira, Kabum! (411 reclamações), Americanas.com (166) e Submarino (91) eram as mais citadas.

A ferramenta também exibe o que o ReclameAqui considera as melhores promoções dessa data de descontos. As ferramentas estão neste link.

Em nota, o Kabum! afirmou que as queixas registradas no ReclameAqui correspondem a apenas 0,2% dos mais de 140.000 pedidos realizados nas primeiras catorze horas da Black Friday. “Entre as reclamações, aproximadamente 97% delas se referiam às ofertas esgotadas, tendo em vista a alta demanda de clientes em busca das oportunidades oferecidas”, disse a empresa. “A alta demanda e velocidade em que as ofertas são vendidas estão diretamente relacionadas ao compromisso do Kabum! em oferecer uma Black Friday de verdade.”

Vendas on-line

Neste ano, o varejo eletrônico brasileiro deve faturar 2,1 bilhões de reais na Black Friday, segundo a empresa de pesquisa de mercado digital Ebit. Se alcançado, o volume será 30% maior que o de 2015.

Embora a data da Black Friday seja sempre a última sexta-feira do mês de novembro de cada ano, muitas redes de varejo antecipam as promoções. A estratégia tem sido adotada, também, para contrabalançar os efeitos da crise econômica.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Micky Oliver

    Em relação ao Kabum! eu comprei muita coisa na loja fora do Black Fraude, mas hoje em dia, não compro mais em nenhuma data em especial. A Americanas e Submarino, fora da também BF nunca me deu problemas. Ainda sou cliente assíduo de ambas! Nota: todas elas mascaram seus preços! Eu não compro nada em datas especiais!

    Curtir

  2. Marcos Raposo

    O site Kabum criou uma ferramenta que faz a contagem regressiva da oferta e quando essa contagem zera, a oferta fica ativa e é possível comprar. Entretanto, o que aconteceu ontem foi o seguinte: muitas das vezes, a contagem terminava e o botão da oferta não aparecia, ou ainda o relógio voltava a contar, quando o botão aparecia e você conseguia clicar, o produto já estava esgotado. Quem experimentou o site sabe do que eu estou falando. Isso aconteceu nas ofertas que davam os maiores descontos. Eu não consegui comprar o item que eu queria nesta loja e vou esperar alguma promoção relâmpago. Porém, há notícias boas, a rede FastShop criou um sistema de fila que você acessava o site e quando conseguia selecionar o item, colocar no carrinho e comprar, caso o item não estivesse disponível ou por conta do congestionamento, era exibida uma mensagem informando que aquilo era temporário e pedia pra tentar novamente. Não foi preciso nem colocar o item no carrinho novamente, bastou finalizar a compra até que a mesma foi concretizada. Foi até uma surpresa mas consegui comprar um item dessa forma. Nas demais lojas não vi nenhuma oferta que tivesse preços inferiores aos praticados nas semanas anteriores.

    Curtir