Clique e assine a partir de 9,90/mês

Receita reduz previsão de arrecadação com Refis de empresas

Fisco reduziu de R$ 16,4 bilhões para R$ 12 bilhões as estimativas que constavam no relatório bimestral de receitas e despesas do Ministério do Planejamento

Por Da Redação - 29 Nov 2013, 13h11

A Receita Federal espera arrecadar entre 7 bilhões de reais e 12 bilhões de reais com programas refinanciamento tributário, como Refis, neste ano, afirmou o secretário do órgão, Carlos Alberto Barreto. A estimativa é abaixo dos 16,4 bilhões de reais somente para o Refis previstos pelo governo no último relatório bimestral de receitas e despesas.

Leia também:

Vale adere a Refis e põe fim a uma disputa de R$ 45 bilhões

Receita reabre programa para parcelar dívidas de empresas

Continua após a publicidade

“É algo entre 7 e 12 bilhões (de reais), com todos os programas que foram reabertos, não só o Refis”, afirmou Barreto a jornalistas, ao participar de evento no Rio de Janeiro. Ao ser questionado sobre os 16,4 bilhões de reais estimado pelo governo, o secretário respondeu: “eu não tenho esse número”.

Adesões – O prazo para as empresas aderirem ao programa se encerra nesta sexta-feira. O Banco Pan, controlado pelo BTG Pactual, divulgou que vai usar o regime para quitar suas dívidas no valor de 536,2 milhões de reais.

O banco informou que se beneficiou de redução de 100% dos juros, juros sobre multas e multas aplicados sobre os valores de contribuições ao PIS e Cofins entre 2006 e 2012.

Além do Pan, a produtora de celulose Fibria e a mineradora Vale informaram nesta semana adesão ao Refis, que tem entre os objetivos ajudar o governo a cumprir meta de superávit deste ano.

Continua após a publicidade

(com agência Reuters)

Publicidade