Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Receita abre hoje consultas ao 1º lote de restituições do IR 2016

Serão pagos R$ 2,65 bilhões a 1,61 milhão de contribuintes no próximo dia 15 de junho; idosos e pessoas com deficiência têm prioridade no pagamento

A Receita Federal abre nesta quarta-feira, a partir das 9h, a consulta ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2016 e a lotes residuais (para quem caiu na malha fina) de anos anteriores. Serão liberados 2,65 bilhão de reais, distribuídos a 1,61 milhão de contribuintes.

Do total de contribuintes do primeiro lote, 1,49 milhão são idosos e 113,76 mil possuem alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave. Essas pessoas têm prioridade no recebimento.O pagamento feito pelo Fisco, referente ao ano-calendário de 2015, será feito no dia 15 de junho.

O valor do primeiro lote de 2016 supera o do primeiro lote do IR de 2015 e também de 2014, que totalizaram, respectivamente, 2,36 bilhões e 1,9 bilhão de reais. No entanto, fica abaixo do verificado no primeiro lote de 2013, de 2,71 bilhões de reais.

Leia também:

Mais de 12 milhões ainda não declararam o Imposto de Renda

Receita abre consulta a lote residual de restituição do Imposto de Renda nesta terça

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita na Internet ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta online é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento.

A Receita recomenda o contribuinte a, em caso de inconsistências, fazer a autorregularização por meio de uma declaração retificadora. Além do serviço de telefone e do site, o Fisco disponibiliza também aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio da Internet. O Fisco vai liberar um total de sete lotes entre os meses de junho e de dezembro.

TVEJA:

Perdi o prazo para a declaração do Imposto de Renda. E agora?

(Da redação)