Clique e assine com 88% de desconto

Quer vender sua empresa? Conheça as regras para não sair perdendo

Muitas startups nascem a partir de ideias inovadoras e se tornam atraentes para compradores; mas, antes de tomar decisões, o empreendedor precisa conhecer as regras do jogo

Por Érica Polo - 6 nov 2013, 07h16

É comum que novos negócios despertem a atenção de companhias maiores do mesmo segmento de atuação. Facebook e Microsoft são alguns exemplos de empresas que crescem também por meio de aquisições de firmas menores, mas que oferecem algum tipo de elemento que as grandes ainda não haviam desenvolvido. Quando a empresa de Mark Zuckerberg comprou o Instagram por 1 bilhão de dólares, os empreendedores eram jovens e formavam um pequeno time de treze funcionários.

Leia também:

Como se tornar sócio de startups que já existem

Saiba o que é preciso ter para ser um bom empreendedor

Publicidade

Seis alternativas para financiar a criação de uma startup

Conheça as startups brasileiras mais premiadas

Aquisições são situações complexas, sobretudo quando se trata da compra de um pequeno por um grande player. Se o empreendedor estiver interessado em vender, é recomendável que fique a par de algumas cláusulas comuns nesse tipo de negociação, que vão muito além do valor. Conheça algumas orientações elaboradas por Carlos Fujita e Leonardo Ribeiro Dias, sócios da Turci Advogados.

Publicidade