Clique e assine a partir de 9,90/mês

PwC tem vitória em ação contra Petrobras nos EUA

Juiz de NY considerou que a empresa de auditoria não sabia do esquema de corrupção na estatal brasileira e, quando soube, agiu rapidamente

Por Da Redação - 24 fev 2016, 09h24

Leia Mais:

http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,pwc-tem-vitoria-em-acao-sobre-corrupcao-na-petrobras-em-ny,1000

http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,pwc-tem-vitoria-em-acao-sobre-corrupcao-na-petrobras-em-ny,1

“A PwC ao invés de ignorar sinais de fraude tomou medidas apropriadas ao saber das evidências de irregularidades diretamente ligadas à Petrobras”, afirma Rakoff, em sua decisão. Ele cita que a Price se recusou a assinar o balanço da Petrobras do terceiro trimestre de 2014, agindo “assim que foi confrontada com indicações de fraude”.

Continua após a publicidade

Em contrapartida, os advogados dos fundos nas acusações contra a firma de auditoria dizem que a Price fez vista grossa ao esquema de corrupção. Para os fundos, a PwC “sabia ou, no mínimo foi imprudente em não saber” que os ativos da Petrobras haviam sido artificialmente inflados.

Para Rakoff, os advogados dos fundos não conseguiram comprovar que a PwC sabia do esquema de corrupção e mesmo assim continuou ao lado da Petrobras. A Price alega que o escândalo de corrupção e os desembolsos com propinas ocorreram antes de começar a análise dos números da petroleira. A empresa é parte do grupo de réus na ação coletiva envolvendo a Petrobras nos Estados Unidos.

Leia mais:

Brasileiro demora oito meses para achar novo emprego, diz SPC

Continua após a publicidade

Moody’s retira selo de bom pagador do Brasil

(Com Estadão Conteúdo)

“A PwC ao invés de ignorar sinais de fraude tomou medidas apropriadas ao saber das evidê

Publicidade