Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Proteste lista os menores preços de 800 produtos antes da Black Friday

Associação faz levantamento para encontrar o menor preço dos preços em quase um ano; aquisição só vale a pena se estiver no preço mais baixo

A associação de consumidores Proteste pesquisou desde dezembro de 2017 os preços de cerca de 800 produtos em 42 lojas virtuais. O objetivo era criar um parâmetro para o consumidor saber se valia a pena ou não consumir as “promoções” da Black Friday.

A Proteste identificou que as categorias mais desejadas pelos consumidores são eletrônicos, eletrodomésticos, smartphones, itens de informática, moda, acessórios, cosméticos, perfumaria, decoração, livros, brinquedos, games, esporte e lazer.

Um dos produtos pesquisados pela associação foi o da TV da Samsung com resolução 4K de 55 polegadas. O menor preço foi encontrado em 2 de julho deste ano, por 3.499 reais. Para a Proteste, o produto estará com bom preço se for vendido por esse mesmo valor de 2 de julho.

A fritadeira da marca Cadence apresentou um preço médio de 258,27 reais, no período de 9 de maio a 14 de novembro. O valor mínimo desse produto foi observado no Dia das Mães, por 199 reais. Se o preço voltar para esse patamar, será um bom negócio comprar agora.

O órgão também alerta para a variação de preços de um mesmo produto. A mesma TV Samsung custava 7.356,49 reais também em 2 de julho. Isso representa uma diferença de preço de 120% em um único dia. Outro exemplo, na categoria de celulares: o preço do smartphone J4 da Samsung variou de 602,86 reais a 1.099 reais do dia 23 de outubro deste ano.

A Proteste afirma que pesquisar além dos modelos recém-lançados ou top de linha também ajudam o consumidor a economizar. “A pesquisa mostra que diversos produtos eletrônicos como celulares TVs e notebooks tiveram o preço reduzido em até 50% após o lançamento da nova versão”, diz a associação em nota.

A pesquisa completa de preços da Proteste está no site da entidade.