Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Projeção de economistas para inflação cai para 4,23%

Boletim Focus traz terceira queda consecutiva nas previsões dos economistas para o IPCA

Os economistas consultados pelo Banco Central (BC) reduziram suas previsões para a inflação de 2018 pela terceira semana consecutiva. Agora, as projeções para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) apontam que a inflação deverá encerrar o ano em 4,23%, apenas 0,17 ponto porcentual abaixo da projeção anterior. Assim, a mediana das projeções, compiladas no Boletim Focus, indicam que a inflação para este ano deve ficar abaixo do centro da meta de inflação, de 4,5% para este ano.

A previsão para 2019 baixou 0,01 ponto porcentual, para 4,21%. Para o próximo ano, o centro da meta é de 4,25%. Já para 2020, a projeção ficou estável em 4%, exatamente no centro da meta válida para o ano.

As projeções para o dólar ficaram estáveis em relação ao boletim da semana passada. Os economistas preveem que a moeda americana deva encerrar o ano em 3,70 reais. Para 2019, a expectativa é que o dólar fique em 3,76 reais, 4 centavos abaixo da projeção da semana anterior.

Selic e PIB

Pela 24ª semana seguida, a previsão para taxa básica de juros (Selic) permanece inalterada em 6,5%. A projeção para 2019 também não mudou e continua em 8%, indicando elevações dos juros no próximo ano. Os economistas acreditam que a Selic continuará em 8% em 2020.

Em relação à expectativa de crescimento do PIB, os economistas esperam uma alta de 1,36% para 2018 – mesmo patamar apresentado na semana anterior. Para 2019, a expectativa de crescimento é de 2,5%, projeção igual à do último relatório. As projeções para 2020 e 2021 ficaram inalteradas, em 2,5%.