Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Produzir seu próprio vinho: um luxo acessível no Vale do Uco, na Argentina

Por Da Redação
3 ago 2012, 06h05

Mar Marín.

Buenos Aires, 3 ago (EFE).- Tornar-se proprietário de um vinhedo e fabricar sua própria bebida deixou de ser privilégio de milionários graças a um inovador projeto promovido pela adega espanhola O.Fournier, instalada no coração do Vale do Uco, em Mendoza, berço dos vinhos argentinos.

A iniciativa, explica à Agência Efe José Manuel Ortega, proprietário da adega, é ‘inovadora em nível mundial’ e busca que os amantes do bom vinho possam ter seu próprio negócio sem precisar gastar muito.

Por US$ 150 mil, um investidor pode comprar um hectare dos vinhedos da O.Fournier em Mendoza, fabricar um vinho com sua própria marca e até distribuí-lo, aproveitando os serviços e as instalações de uma reconhecida adega que ganhou vários prêmios internacionais.

Os interessados podem comprar até três hectares do terreno e têm a opção de levantar sua própria casa nos vinhedos.

‘Os clientes podem escolher o tipo e o nível de qualidade que querem em seus vinhos, podem vir à adega, elaborá-lo conosco e também engarrafá-lo’, explica Ortega.

Continua após a publicidade

‘Antes, se um investidor quisesse ter algo parecido, era preciso gastar US$ 10 milhões, o custo aproximado de iniciar uma adega, manter os vinhedos, comprar máquinas, engarrafá-lo, distribuí-lo…’, explica o empresário espanhol.

‘O projeto socializa um negócio que era absolutamente elitista’, continua Ortega.

Localizada em La Consulta, no coração do Vale do Uco, a cerca de 130 quilômetros da capital de Mendoza e aos pés da Cordilheira dos Andes, a adega conta com uma imponente estrutura de linhas modernas de 12 mil metros quadrados. A propriedade é equipada com as mais avançadas técnicas de produção e repouso do vinho, com 300 hectares de terreno, dos quais 140 foram reservados para o projeto de ‘vinhedos para terceiros’.

A O.Fournier, diz Ortega, é ‘pioneira no mundo’ com esta proposta, à qual já se somaram vários investidores, em sua maioria brasileiros e americanos.

O empresário sustenta que o investimento proporciona uma rentabilidade anual de até 8%, derivada da venda da uva do vinhedo à própria adega.

Continua após a publicidade

Segundo seus cálculos, um hectare dos vinhedos O. Fournier pode produzir anualmente entre 4 mil e 5 mil garrafas de vinho de qualidade, embora com apenas uma produção anual de mil garrafas já seria possível recuperar o investimento após quatro anos.

A O.Fournier foi criada no ano de 2000 por José Manuel Ortega e sua irmã Natalia, que abandonaram suas carreiras na Espanha para embarcarem na aventura de produzir vinho em Mendoza, a região central argentina onde se concentra 75% da produção deste país, o quinto maior produtor mundial.

O grupo também tem adegas no Chile (Valle del Mauel e San Antonio) e na Espanha (Ribera de Duero).

A O.Fournier produz vinhos premiados internacionalmente, como as séries Alfa Crux e B Crux, e uma linha mais econômica, comercializada como Urban Uco.

A adega produz cerca de 600 mil garrafas na Argentina, 95% delas destinadas ao mercado externo – especialmente aos Estados Unidos -, nas variedades Cabernet Sauvignon, Merlot, Malbec e Syrah.

Continua após a publicidade

Além disso, a O.Fournier incorporou à adega outro prazer, a gastronomia, com o Urban, premiado como o melhor restaurante de adegas do mundo. EFE

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.