Clique e assine a partir de 9,90/mês

Produção física da indústria crescerá até 2,8% em 2012

Por Da Redação - 31 jan 2012, 13h26

Por Francisco Carlos de Assis

São Paulo – A produção física da indústria deverá crescer, num cenário otimista, de 2,5% a 2,8% em 2012. A previsão é do coordenador da Sondagem Conjuntural da Indústria de Transformação da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Aloisio Campelo. Para ele, embora a produção industrial carregue um efeito estatístico negativo de 0,9%, na passagem de 2011 para 2012 a indústria deve começar a dar sinais de recuperação e é possível que apresente um crescimento dessa magnitude.

“Temos de lembrar que estamos com uma série de medidas extraordinárias. A redução de IPI para produtos da linha branca irá vigorar até março e para os automóveis deve permanecer ao longo deste ano”, ponderou Campello, para quem, se novas medidas forem adotadas, o crescimento da produção da indústria poderá ser ainda maior.

Vale lembrar que o governo tem mantido reuniões com alguns setores com o objetivo de estimular o crescimento da economia. Ontem mesmo, os ministros Guido Mantega (Fazenda) e Miriam Belchior (Planejamento) se reuniram em São Paulo com representantes da construção civil com o objetivo de acelerar a construção de moradias populares no âmbito do programa Minha Casa, Minha Vida.

Publicidade