Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Produção e venda de veículos caem em abril

Enquanto a fabricação recuou 5% no mês, a comercialização declinou 5,5%

A produção brasileira de veículos – automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões – caiu 4,9% em abril na comparação com março, para 280.100 unidades, divulgou nesta sexta-feira a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Já em relação ao mesmo período de 2010, a produção apresentou avanço de 1,9%.

No acumulado dos quatro primeiros meses do ano, a indústria produziu 1,10 milhão de veículos, o que significa um crescimento de 4,1% na comparação anual.

Já as vendas caíram 5,5% em abril sobre o mês anterior, mas apresentaram alta de 4,1% na comparação anual, para 289,2 mil unidades. Apesar da queda, o desempenho foi recorde para o mês.

Bicombustíveis – Segundo a Anfavea, as vendas de automóveis e comerciais leves bicombustíveis (flex) somaram 227.443 unidades em abril e representaram 83,3% do total comercializado na categoria no Brasil. O resultado revela um recuo na participação dos flex nas vendas totais em relação ao desempenho do mesmo mês de 2010, quando a fatia era de 86,6%. O número de unidades vendidas, no entanto, foi maior neste ano, já que, no mesmo mês do ano passado, foram comercializadas 226.725 unidades de veículos flex.

Fenabrave – No começo desta semana, a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) também havia divulgado uma queda mensal nas vendas totais de veículos, de 5,54% em abril. Na ocasião, a entidade creditou o mau desempenho às medidas de contenção ao crédito tomadas pelo Banco Central desde 2010 e ao efeito calendário, em que o mês passado teve dois dias úteis a menos que março. Pelo cálculo da Fenabrave, as vendas de janeiro a abril somaram 1,11 milhão de unidades, um desempenho 4,6% maior que um ano antes.

Exportações – A Anfavea informou ainda que as vendas externas do setor automobilístico, em valores, somaram 1,32 bilhão de dólares em abril, com alta de 12,8% sobre março e um acréscimo de 42,1% em relação a abril de 2010. O mês passado encerrou com exportações de 48.674 unidades, um avanço de 13,9% ante o mês antecedente e um crescimento de 50,7% sobre abril de 2010. Neste caso, os dados incluem automóveis, comerciais leves e todas as demais categorias de veículos comercializados.

De janeiro a abril de 2011, as vendas externas somaram 4,6 bilhões de dólares, com expansão de 30,3% ante igual período do ano passado. Neste intervalo, foram exportadas 168.206 unidades, o que significou um avanço de 9,1% ante os primeiros quatro meses de 2010.

(com Agência Estado e Reuters)