Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Produção de petróleo no Brasil sobe 0,1% em março

Por Mariana Durão

Rio – A produção de petróleo no Brasil em março somou 2,085 milhões de barris/dia (bbl/d), crescimento de 0,1% em relação a igual mês de 2011. Na comparação com fevereiro, entretanto, houve queda de 5,4%. Os dados foram divulgados nesta terça-feira pela Agência Nacional do Petróleo (ANP).

A produção de gás natural brasileira foi de aproximadamente 66 milhões de metros cúbicos/dia. Houve aumento de 7,7% na comparação com igual mês do ano passado, e queda de 1,4% em relação ao mês anterior. A maior redução foi verificada no campo de Frade, devido à interrupção de produção da concessão.

A produção do pré-sal teve crescimento de 12% em relação ao mês passado, chegando a 158,5 mil barris dia de óleo equivalente (Mboe/d). A produção foi oriunda de oito poços nas bacias de Jubarte (1 poço), Lula (5 poços), Caratinga e Barracuda (1 poço) e Marlim Leste (1 poço).

Já a produção das bacias maduras terrestres (campos/TLDs das Bacias do Espírito Santo, Potiguar, Recôncavo, Sergipe e Alagoas) foi de 175,4 mil barris de óleo equivalente/dia (Mboe/d), sendo 145,1 mil barris de petróleo/dia e 4,8 milhões de metros cúbicos de gás natural.

A Petrobras respondeu por 92,7% da produção de petróleo e gás natural em março. Os campos marítimos foram responsáveis por 91,4% da produção de petróleo e 74,9% da produção de gás natural. Dos 20 maiores campos produtores de petróleo e gás natural do País, três são operados por empresas estrangeiras: Peregrino/Statoil (11º), Ostra/Shell (15º) e Frade/Chevron (17º). Dois campos terrestres também integram a lista: Carmópolis (18º) e Canto do Santo Amaro (20º), com vazão média de 22,4 mil barris/dia (24 Mbbl/d) e 19,3 mil barris dia (19,3 Mbbl/d), respectivamente.

O grau API médio do petróleo produzido em março foi de 23,7º. Desse total, 37% é de óleo pesado (inferior a 22º API), 55% de óleo médio (entre 22º e 31º API) e 8% da produção é considerada óleo leve (superior ou igual a 31ºAPI).

A queima de gás natural no mês foi de aproximadamente 3,7 milhões de metros cúbicos/dia. Houve um recuo de 0,1% em relação ao mesmo mês de 2011 e aumento de 11,3% na comparação com fevereiro. O principal aumento foi registrado no campo de Lula, devido ao início de um novo teste no poço 4BRSA711RJS com a plataforma FPSO Cidade de São Vicente.