Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Procon detecta queda nos juros de crédito pessoal

Por Beatriz Bulla

São Paulo – A taxa média de juros bancários para empréstimo pessoal caiu 0,09 ponto porcentual em abril, passando de 5,87% para 5,78% ao mês, segundo pesquisa da Fundação Procon-SP feita no dia 3 de abril. Antes, portanto, do anúncio dos pacotes de corte de juros anunciados por Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal (CEF). Os juros do cheque especial também recuaram, passando de 9,54% para 9,52% ao mês, uma variação de 0,02 ponto porcentual. A pesquisa foi feita em sete bancos: Banco do Brasil, Bradesco, CEF, HSBC, Itaú, Safra e Santander.

Na pesquisa, a CEF aparece com a menor taxa de juros de empréstimo pessoal (4,9%) e de cheque especial (8,25%). Os maiores juros foram encontrados no Itaú, 6,76%, no empréstimo pessoal, e no Safra, 12,3% no cheque especial.

A assessora técnica da Diretoria de Estudos e Pesquisas (DEP) da Fundação Procon-SP, Cristina Rafael Martinussi, disse, em nota, que as reduções não foram expressivas em pontos porcentuais, mas apontam a tendência do mercado frente à maior flexibilização da política monetária do País.

“A tendência de queda dos juros, puxada pelo movimento dos bancos públicos, deve estimular a competição entre as instituições financeiras, o que pode levar a um aumento da oferta de crédito e redução das taxas de juros”, disse. A expectativa é de que os reflexos no sistema financeiro da iniciativa dos bancos públicos apareçam já nas próximas pesquisas.