Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Primeiro grande avião de passageiros chinês faz voo inaugural

Jato com capacidade para até 168 pessoas é aposta da China para brigar com as ocidentais Boeing e Airbus num mercado estimado em US$ 2 trilhões

Por Da redação Atualizado em 5 Maio 2017, 11h34 - Publicado em 5 Maio 2017, 11h33

O avião de passageiros C919, desenvolvido na China, completou seu aguardado primeiro voo nesta sexta-feira. A estreia é um importante passo na estratégia do país em se tornar um participante relevante no mercado global de aviação, além de impulsionar o desenvolvimento interno de manufatura de alta tecnologia.

O jato pousou no aeroporto internacional de Xangai depois de um voo de 80 minutos, sendo ovacionado por milhares de autoridades, trabalhadores e entusiastas do setor. O avião chinês é capaz de transportar entre 158 e 168 passageiros. A aeronave foi desenvolvida pela estatal Commercial Aircraft Corporation of China (Comac).

O C919 é um símbolo das ambições da China de ingressar no mercado global de jatos comerciais estimado em 2 trilhões de dólares (6,37 trilhões de reais) ao longo das próximas duas décadas. A aeronave também integra o plano “Made in China 2025”, que quer incentivar a produção interna de produtos de tecnologia desde medicamentos a robôs.

Atualmente, Boeing e Airbus são líderes do setor. O C919, cujo voo teste foi adiado pelo menos duas vezes desde 2014 por causa de problemas de produção, pode precisar de anos ainda de testes para obter certificações na China, bem como nos Estados Unidos e Europa. A primeira empresa aérea a usar o novo jato é a China Eastern Airlines. A Comac afirma que tem 570 encomendas pelo modelo feitas por 23 clientes.

Concebido em 2008, a China quer que o C919 tome mercado de Boeing e Airbus no lucrativo mercado de aviões de corredor único, que representa mais de 50% das aeronaves em serviço no mundo.

O primeiro jato de passageiros desenvolvido na China, o avião regional ARJ-21, recebeu certificação em dezembro de 2014, seis anos depois do voo inaugural e mais de 12 anos depois de ser concebido. O avião fez seu primeiro voo com passageiros em junho do ano passado.

(Com Reuters)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês