Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Presidente da Itália designa Mario Monti como novo líder da colizão italiana

Por Vincenzo Pinto 13 nov 2011, 16h37

O presidente da República da Itália, Giorgio Napolitano, encarregou o economista Mario Monti para a formação de um novo governo que ponha fim à crise que deixou a Itália à beira da quebra.

Monti, de 68 anos, substituirá Berlusconi na liderança do país, anunciou neste domingo a presidência. A decisão foi tomada após uma série de reuniões com os líderes políticos de todos os partidos para a formação de um novo governo de emergência que conte com o consenso da maioria das forças políticas.

A nomeação de Monti deverá ser ratificada com um voto de confiança do Parlamento.

Com Monti, que foi durante dez anos comissário europeu, a Itália deverá pôr fim à fase de instabilidade financeira e aliviar as tensões de mercado em relação aos rumos do país.

O economista, conhecido por seu rigor e pragmatismo, deverá completar em poucos dias a lista de ministros, a maioria tecnocratas, para obter o apoio do Parlamento e impulsionar as medidas acordadas com a União Europeia para reduzir a colossal dívida pública e reaquecer uma economia cronicamente estagnada.

Continua após a publicidade
Publicidade