Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Premiê diz que ajuda à Grécia é um investimento no futuro

Na Alemanha, Papandreou defende nova liberação de ajuda da União Europeia

Por Da Redação 27 set 2011, 06h53

O primeiro-ministro grego, George Papandreou, afirmou nesta terça-feira em Berlim que as ajudas dos países da zona do euro para salvar a economia e as finanças de seu país são um investimento para o futuro que beneficiará toda a União Europeia. “Não se trata de um investimento nos erros do passado, mas nos sucessos do futuro”, disse Papandreou diante da cúpula empresarial alemã reunida no Dia da Indústria Alemã. “Podemos resolver isso. Podemos transformar a crise em uma oportunidade”, acrescentou Papandreou em discurso na Confederação da Indústria Alemã (BDI).

Tema em Foco: Indisciplina fiscal e descontrole das contas públicas – a crise do euro

O primeiro-ministro grego ressaltou que seu povo está assumindo enormes sacrifícios e fez uma autocrítica em nome de toda a classe política da Grécia: “Não somos um país pobre, fomos um país mal governado”. Papandreou também se referiu ao doloroso caminho que o povo grego deve percorrer e os esforços que seu gabinete fez até agora, com uma drástica redução do déficit do país em 2010.

Leia também:

Leia também: Grécia já fala em calote e espera perdão de 50% da dívida

Continua após a publicidade
Publicidade