Clique e assine com 88% de desconto

Premiê da Espanha diz que seu governo evitou ‘intervenção’ no país

Por Da Redação - 10 jun 2012, 10h26

Madri, 10 jun (EFE).- O presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, afirmou neste domingo que as reformas empreendidas por seu Gabinete evitaram uma ‘intervenção no Reino da Espanha’ e destacou que a ajuda externa aos bancos do país representa um ‘ganho de credibilidade do projeto europeu’.

Rajoy fez esta declaração em entrevista coletiva neste domingo para comentar o pacote de empréstimos solicitado no sábado pelo governo de Madri à União Europeia (UE) para salvar o setor bancário espanhol.

Após uma teleconferência realizada no sábado, os ministros de Economia e Finanças da zona do euro – que formam o chamado Eurogrupo – aceitaram conceder até 100 bilhões de euros para recapitalizar os bancos espanhóis.

O governante espanhol afirmou que a decisão do Eurogrupo representa ‘a abertura de uma linha de crédito’ que facilitará o setor financeiro a fluir capital novamente para as empresas e as famílias, o que repercutirá na recuperação da economia da Espanha.

Publicidade

‘O projeto europeu e o futuro do euro ganharam credibilidade’, destacou o chefe do Executivo espanhol, ao elogiar a ajuda da zona do euro. ‘A Europa esteve à altura das circunstâncias’. EFE

Publicidade