Clique e assine a partir de 8,90/mês

Preços de commodities sobem 2,27% em julho

IC-Br registrou terceira alta consecutiva - 137,10 pontos no mês, maior nível desde dezembro de 2012

Por Da Redação - 7 ago 2013, 15h41

Os produtos básicos que mais afetam a inflação no Brasil subiram pelo terceiro mês consecutivo, mas apresentaram uma desaceleração em julho ante o mês anterior. Os preços medidos pelo Índice de Commodities do Banco Central (IC-Br) registrou alta de 2,27% em julho. Em junho, a alta havia sido de 5,34% em comparação a maio. O índice passou de 134,06 pontos em junho para 137,10 pontos em julho, maior nível desde dezembro de 2012, que foi de 137,40.

O índice do Banco Central (BC) acumula queda de 0,22% no ano e alta de 1,43% em 12 meses. No mês passado, houve alta de 1,70% no segmento agropecuário, que inclui itens como carne de boi, óleo de soja, trigo, açúcar, milho, café, arroz e carne de porco, entre outros. O setor de energia registrou inflação de 4,38% na comparação mensal. Nesse segmento, estão incluídos preços de petróleo, gás natural e carvão. O preço dos metais, entre eles alumínio e minério de ferro, tiveram aumento de 2,79% na mesma comparação.

Leia também:

Dilma diz que IPCA de julho mostra inflação sob controle

Inflação fica estável em julho e acumula alta de 6,27% em 12 meses

Preços ao produtor brasileiro sobem 0,28% em maio

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade