Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Preço do etanol cai em 16 estados na semana, diz ANP

O preço médio do etanol em São Paulo ficou em 1,753 real por litro ante 1,762 real na semana anterior

Por Da Redação 6 ago 2012, 13h19

Os preços do etanol hidratado praticados nos postos brasileiros caíram em 16 estados e subiram em outros 10 e no Distrito Federal, de acordo com dados coletados pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) na semana terminada em 4 de agosto de 2012. Na Paraíba, os preços permaneceram estáveis na semana. No período de um mês, os preços do etanol recuaram em 13 estados e no Distrito Federal, subiram em 12 e permaneceu estável em Roraima.

Leia também:

Etanol é mais competitivo que gasolina em GO, SP e MT

Em São Paulo, maior estado consumidor, as cotações caíram 0,51% na semana. No período de um mês, as cotações do etanol registram queda acumulada de 1,52% nos postos paulistas. A maior alta semanal foi verificada no Maranhão, de 0,73%. A maior queda semanal foi verificada no Rio de Janeiro, de 0,94%.

O preço médio do etanol em São Paulo ficou em 1,753 real por litro ante 1,762 real na semana anterior. No Paraná, o preço médio ficou em 1,896 real (1,905 real na semana anterior). No período de um mês, a maior queda foi verificada no Mato Grosso do Sul, onde a cotação média recuou 2,65%. A maior alta mensal foi verificada no Piauí, com alta de 0,92%.

Na média de preços do Brasil, o etanol já está mais vantajoso que a gasolina em função da forte influência do estado de São Paulo no cálculo da média. Em relação à média do preço da gasolina no país, que foi de 2,723 reais por litro, o preço do etanol é competitivo até 1,9061 real por litro. Como o preço médio do etanol no Brasil está em 1,902 real, os preços da gasolina estão 0,215% abaixo do ponto de equilíbrio.

No Brasil, o preço mínimo registrado para o etanol foi de 1,299 real por litro, no estado de São Paulo. O preço máximo foi de 3,00 reais por litro registrado no Acre. Na média de preços, o menor preço médio foi 1,753 real por litro, registrado em São Paulo, e o maior preço médio foi registrado em Roraima, a 2,555 reais por litro.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade