Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Preço do aluguel cai pela primeira vez desde 2008, diz FipeZap

Desaceleração vem ocorrendo há pelo menos um ano e meio e, a partir da metade do ano passado, começou a ganhar mais intensidade

Por Da Redação
15 jan 2016, 10h22

A retração do mercado imobiliário em 2015 atingiu com mais força o segmento de locação. O preço médio dos novos contratos de aluguel caiu pela primeira vez desde 2008 no ano passado, de acordo com o Índice FipeZap, que acompanha o valor anunciado de locação em nove cidades brasileiras. O recuo foi de 3,34% que, se descontada a inflação pelo IPCA, chega a uma queda real de 12,66%.

“Os proprietários tendem a ser mais flexíveis na negociação do aluguel do que no preço de venda. Essa diferença faz com que o mercado de locação seja mais dinâmico do que o de venda”, afirma Bruno Oliva, economista e pesquisador da Fipe.

Para quem depende do aluguel para morar, o recado é que chegou a hora de negociar com mais facilidade e conseguir evitar, pelo menos, aumentos que acompanhem a inflação. O Índice Geral de Preços Mercado (IGP-M) – usado para reajustar a ampla maioria dos contratos de aluguel – fechou 2015 com avanço de 10,54%. Mas, em um ambiente de recuo do custo de locação, deve prevalecer a negociação.

“Os donos de imóvel começaram a perceber que não adiantava cobrar valores altos de aluguel ou mantê-los, já que não era isso que o mercado estava disposto a fazer”, diz Mark Turnbull, diretor de locação do Secovi-SP, o sindicato da habitação.

Continua após a publicidade

Por enquanto, o momento ruim da economia deve continuar a favorecer os locatários. “Não há nenhum fator que indique neste primeiro semestre que o preço do aluguel possa voltar a subir. Esperamos, pelo menos, mais oito meses de recuo”, afirma Turnbull.

Leia também:

De cada 100 imóveis vendidos, 41 foram devolvidos às construtoras em 2015

Continua após a publicidade

Desemprego fica em 9% no trimestre até outubro, diz IBGE

Cidades – O recuo do preço do aluguel pelo Índice FipeZap foi puxado pelo desempenho das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, os dois maiores mercados imobiliários do país. Só na capital fluminense, o aluguel ficou 8,27% mais barato no ano passado e, em São Paulo, caiu 3,70%. Santos, no litoral paulista, também registrou queda no preço de locação em 2015, de 1,5%.

As demais cidades (Brasília, Salvador, Porto Alegre, Curitiba, São Bernardo do Campo e Campinas) registraram variações abaixo da inflação.

Continua após a publicidade

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.