Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Preço da carne com desoneração será 6% menor

Presidente anunciou eliminação do PIS/Cofins dos produtos que compõem a cesta básica na última sexta-feira; carne será um dos itens mais atingidos

Por Da Redação - 11 mar 2013, 17h43

O presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), Fernando Yamada, previu nesta segunda-feira que a diferença do preço da carne com desoneração da cesta básica anunciada pela presidente Dilma Rousseff na última sexta-feira será de 6%. “A carne será um dos itens mais atingidos, pois estava muito onerada”, observou. Ele estimou que para o restante dos produtos, a diminuição será de 3%, pois a “oneração era mais leve”.

Leia também:

Em rede nacional, Dilma anuncia desoneração da cesta básica mirando 2014

Em 2012, Dilma vetou desoneração da cesta básica

Publicidade

Copom viverá dias decisivos a partir de abril

Yamada salientou também que, no caso de materiais de higiene pessoal, o impacto será “muito forte”. Ele fez esses comentários ao chegar ao Ministério da Fazenda para reunião com o ministro Guido Mantega.

O vice-presidente de assuntos corporativos da BRF, Wilson Melo, disse que iria representar a empresa para falar sobre a desoneração da margarina. De acordo com ele, já havia desoneração para a indústria produtora de carnes.

(com Estadão Conteúdo)

Publicidade