Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Poupança tem captação recorde para o mês de abril

Os depósitos na poupança superaram os saques em 2,616 bilhões de reais no mês passado. O recorde anterior era de abril de 2007

A caderneta de poupança registrou entrada recorde de recursos para meses de abril e para o primeiro quadrimestre do ano, segundo dados divulgados pelo Banco Central (BC), nesta terça-feira. Os depósitos na poupança superaram os saques em 2,616 bilhões de reais no mês passado, maior valor para o período na série iniciada em 1995. O recorde anterior era de abril de 2007, quando a captação líquida de recursos somou 2,046 bilhões de reais.

De janeiro a abril de 2013, os depósitos superaram os saques em 13,197 bilhões de reais, acima do recorde anterior, de 5,942 bilhões de reais, verificado nos quatro primeiros meses de 2010. A captação representa crescimento de 221% no quadrimestre em relação ao mesmo período de 2012, quando somou 4,107 bilhões de reais. Os depósitos cresceram 14% e os saques aumentaram 12%, na mesma comparação. O saldo líquido vem se mantendo positivo desde março de 2012, mesmo após a mudança de regras da poupança, em maio do ano passado, quando a rentabilidade deste tipo de aplicação caiu.

Leia mais:

O pior da inadimplência já passou, avalia BC

Os dados do BC mostram ainda que os rendimentos creditados aos poupadores no ano aumentaram apenas 0,23% no período, apesar do forte crescimento do saldo. A pequena alta reflete, em parte, a mudança no cálculo da rentabilidade da poupança para recursos depositados a partir de maio de 2012.

A “nova poupança” rendeu 0,4134% ao mês entre 1º de janeiro e meados de abril. Após o aumento recente da taxa básica de juros, para 7,5% ao ano, passou a render 0,4273% ao mês. Para os recursos depositados antes da alteração nas regras, o rendimento é de 0,50% ao mês. A captação positiva de recursos, somada aos rendimentos da caderneta, elevaram o saldo total de depósitos de 513,8 bilhões de reais no fim de março para 518,7 bilhões de reais ao final de abril. Em abril de 2012, estava em 433,3 bilhões de reais.

(com Estadão Conteúdo)