Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Pouca chuva fará conta de luz ter custo adicional em novembro

Sistema de bandeiras tarifárias passará da cor verde para a amarela por causa da redução do volume das hidrelétricas

Por Da redação Atualizado em 28 out 2016, 18h39 - Publicado em 28 out 2016, 18h38

A bandeira tarifária para o mês de novembro no Brasil será amarela, o que representa custo de 1,50 real a cada 100 kWh consumidos, informou nesta sexta-feira a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A decisão ocorreu porque a falta de chuvas em afetou os reservatórios das hidrelétricas.

O sistema de bandeiras tarifárias foi adotado em janeiro de 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, mais cara do que a energia de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia elétrica em função das condições de geração de eletricidade.

Quando chove menos, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia no país. A bandeira estava verde desde abril, o que significa que não houve custo adicional nesse período.

(Com Reuters)

Continua após a publicidade

Publicidade