Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Portugal confia nas decisões do governo espanhol (primeiro-ministro)

Por Patricia de Melo Moreira 7 jun 2012, 19h46

O primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho, cujo país está sob assistência financeira, disse nesta quinta-feira que confia nas decisões do governo espanhol para enfrentar a crise financeira que golpeia o setor bancário.

“Sei que o governo espanhol tem tomado todas as medidas necessárias para controlar a situação econômica e financeira”, disse Passos Coelho em uma coletiva de imprensa, ao finalizar uma reunião com seu homólogo holandês, Mark Rutte.

Existe um risco de contágio “que pode afetar a Portugal e ao resto da Europa se não houver uma solução”, disse, recordando que a Espanha é um importante sócio econômico de seu país.

“Contudo, não quero ser negativo (…) Estou tranquilo no que diz respeito à ação do governo espanhol a respeito”, insistiu.

Segundo Passos Coelho, “está relativamente claro que se o governo espanhol desejar, pode gozar de uma ajuda europeia destinada à recapitalização dos bancos”.

Caso essa situação persista, “será importante que os mecanismos europeus entrem em ação”, disse Passos Coelho.

“O sistema europeu está pronto… existem regras claras”, disse Rutte, que visitou Madri durante o dia.

Continua após a publicidade
Publicidade