Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Porto Alegre, Recife e Salvador precisarão de novo aeroporto, diz Infraero

Estatal prevê saturação em dez anos dos atuais terminais; no mesmo prazo, aeroportos de Curitiba (PR) e Confins (MG) terão de ampliar capacidade

Por Da Redação 1 mar 2012, 14h23

Em um prazo de vinte anos, um novo aeroporto será necessário nas proximidades de São Paulo, diz Infraero

A Infraero – estatal que administra os aeroportos brasileiros – prevê que Salvador (BA), Recife (PE) e Porto Alegre (RS) precisarão de novos terminais dentro de dez anos, afirmou nesta quinta-feira o presidente da empresa, Gustavo do Vale. Segundo ele, nesse mesmo prazo, os aeroportos de Curitiba (PR) e Confins (MG) terão de ampliar sua capacidade, com novas pistas, por exemplo.

Vale disse que, pessoalmente, acha que um eventual novo aeroporto em Porto Alegre poderia ser desenvolvido juntamente com a iniciativa privada, mas afirmou que não há estudos no governo nesse sentido. “Passou da hora de ter outro aeroporto na região metropolitana de Porto Alegre”, disse o executivo, que participou nesta quinta-feira de audiência pública na Comissão de Infraestrutura do Senado.

Ele também afirmou que, em um prazo de vinte anos, um novo aeroporto será necessário nas proximidades de São Paulo, apesar das ampliações previstas para Guarulhos e Viracopos.

Concessões – Durante a audiência, o ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Wagner Bittencourt, disse que o governo está analisando novas concessões de aeroportos à iniciativa privada, mas disse que ainda não há definição sobre quando isso poderia ocorrer, nem em quais terminais.

No mês passado, o governo realizou leilão de concessão dos aeroportos de Guarulhos (SP), Viracopos (SP) e Brasília, visando alavancar os investimentos para expandir os terminais antes da Copa do Mundo de Futebol de 2014.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade