Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Popularidade do governo irlandês cai após medidas de austeridade

DUBLIN, 18 Dez (Reuters) – A popularidade do primeiro-ministro irlandês Enda Kenny e de seu governo de coalizão caiu drasticamente após o lançamento do primeiro orçamento de austeridade, revelou uma pesquisa do jornal The Sunday Times.

No início de dezembro, o governo de Kenny divulgou um pacote de cortes e aumento de impostos de 3,8 bilhões de euros para 2012.

Sob os termos do plano de resgate da União Europeia (UE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI) à Irlanda, Dublin tem que implementar ao menos três orçamentos rigorosos para controlar o seu déficit orçamentário, agora o pior da zona euro, até 2015.

A pesquisa do Sunday Times mostrou que o apoio ao partido de centro-direita Fine Gael de Kenny caiu para 30 por cento, uma queda de sete pontos percentuais em relação a pesquisa anterior, em outubro. O Fine Gael permanece, no entanto, o partido mais popular.

A avaliação de Kenny, que continuou subindo desde a sua eleição em fevereiro, caiu 14 pontos percentuais desde outubro, para 44 por cento.

Com isso, Gerry Adams, líder do Sinn Fein, o antigo braço político do Exército Republicano Irlandês (IRA), como líder mais popular com 48 por cento de aprovação, dois pontos para baixo da pesquisa anterior.

No geral, a satisfação do eleitor com o governo caiu 10 pontos para 26 por cento. Cerca de 69 por cento dos eleitores disseram estar insatisfeitos com o governo do país.

Fianna Fail, do principal partido da oposição, viu a sua classificação subir cinco pontos para 20 por cento, enquanto o Sinn Fein viu os seus níveis de aprovação subir dois pontos para 21 por cento.