Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Plano de austeridade grego impulsiona bolsas da Ásia

Os ganhos, contudo, não foram acentuados, pois os investidores continuaram preocupados com a situação da dívida da zona do euro

Por Da Redação 13 fev 2012, 06h36

Os mercados asiáticos apresentaram resultados positivos nesta segunda-feira, alavancados pela aprovação por parte do parlamento da Grécia do plano de austeridade fiscal do país. Os ganhos, contudo, não foram acentuados, pois os investidores continuaram preocupados com a situação da dívida da zona do euro.

Este foi o caso na bolsa de Hong Kong. O índice Hang Seng subiu 103,54 pontos, ou 0,5%, e encerrou aos 20.887,40.

A alta dos mercados das últimas semanas – parcialmente pela expectativa de um acordo na Grécia – trouxe muitos mercados a níveis que exigiriam mais notícias positivas para produzir mais ganhos, disseram analistas.

“A notícia grega melhorou a confiança do investidor mais cedo, mas os investidores institucionais estão vendendo após as altas recentes”, disse o analista da Bookook Securities Eom Tae-woong.

O índice MSCI das ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 0,9%, mas chegou a operar no negativo, refletindo a preocupação do mercado sobre os muitos obstáculos que a Grécia e outros países altamente endividados da zona do euro enfrentam.

Em Tóquio, o índice Nikkei subiu 0,58%, superando a negatividade de dados mostrando contração de 0,6% na economia japonesa durante o último trimestre de 2011, acima do esperado.

Já a bolsa de Xangai, na China, voltou a fechar estável. As perdas em ações de imobiliárias, devido às renovadas expectativas de medidas de aperto no setor por parte do governo, ofuscaram os ganhos no segmento energético e em algumas empresas manufatureiras. O Xangai Composto terminou aos 2.351,85 pontos. Já o Shenzhen Composto subiu 1%, aos 912,31 pontos.

A bolsa de Taipé, em Taiwan, encerrou o dia em alta, O índice Taiwan Weighted avançou 0,64%, aos 7.912,91 pontos.

Continua após a publicidade

Na Coreia do Sul, a bolsa de Seul também fechou positiva. O índice Kospi avançou 0,60%, aos 2.005,74 pontos, com os investidores estendendo as compras pelo sexto pregão consecutivo.

A bolsa de Sydney, na Austrália, fechou no azul. O índice S&P/ASX 200 teve alta de 0,94%, aos 4.285,14 pontos. O mercado viu com certa descrença as medidas tomadas pelo Parlamento grego. Apesar disso, os bancos e as mineradoras se destacaram no pregão.

A bolsa de Manila, nas Filipinas, foi alavancada pelas principais blue chips. O PSEi, principal índice filipino, subiu 0,4%, aos 4.802,03 pontos.

Na Malásia, o índice KLCI, composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, recuperou-se das perdas recentes e subiu 0,1%, aos 1.562,82 pontos, com ganhos em ações agrícolas e de consumo.

A bolsa de Cingapura teve elevação. O Straits Times Index (STI) subiu 0,54% e encerrou aos 2.975,98 pontos.

Na Indonésia, o índice composto da bolsa de Jacarta avançou 1,3%, aos 3.961,902 pontos.

A bolsa de Bangcoc, na Tailândia, também fechou no azul. O índice SET ganhou 0,50%, para 1.118,49 pontos.

(Com Agência Estado e Reuters)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês