Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

PIB em números: gráficos mostram desempenho econômico do Brasil

Estrago causado pelo novo coronavírus na atividade econômica é desafio para a retomada

Por Larissa Quintino Atualizado em 18 mar 2021, 23h10 - Publicado em 1 set 2020, 12h15

A economia do Brasil foi impactada pelos efeitos da pandemia do novo coronavírus na atividade econômica. O tombo de 9,7% no PIB registrado no 2º trimestre é o pior desempenho trimestral já registrado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, na série histórica que começou em 1996. Ou seja, os dados divulgados nesta terça-feira, 1º, representam o pior resultado em 24 anos. O estrago, como bem definiu o ministro da Economia, Paulo Guedes, é “o barulho de um raio que caiu em abril”.  O ministro segue acreditando em uma forte retomada econômica pós o pior semestre da história. Porém, é preciso cautela porque os estragos do raio são grandes.

Dos setores produtivos, o único que apresentou crescimento no período foi a agropecuária. Comparada com o 1º trimestre, o desenvolvimento foi de 0,4%. Se o resultado parece tímido, na comparação com a indústria e serviços ele é significativamente positivo, já que houve retração de 12,3% e 9,7%, respectivamente. Na ótica da demanda, o consumo das famílias — que têm grande peso no PIB do Brasil — despencou 12,5%. O tombo só não foi maior devido ao sucesso de algumas medidas do governo, principalmente o auxílio emergencial, que inclusive foi prorrogado até dezembro pelo presidente Jair Bolsonaro.

O Produto Interno Bruto (PIB) é o principal indicador para medir o crescimento da economia de um país. O índice soma todos os bens e serviços finais produzidos em um determinado período de tempo na moeda corrente do local. É importante ver qual o impacto imediato da pandemia na economia brasileira para entender o desafio da retomada. Confira, em números, como foi o desempenho da economia brasileira no segundo trimestre de 2019 por setor produtivo, demanda, e sua evolução ao longo dos anos.

  • Leia também: Economia do Brasil sofre com gestão da pandemia e encolhe diante do mundo
Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)