Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Petróleo fecha em baixa à espera de discurso de Obama

Por Da Redação 8 set 2011, 17h40

Por Ricardo Gozzi

Nova York – Os contratos futuros de petróleo fecharam em ligeira baixa hoje, passando a maior parte da sessão oscilando entre ganhos e perdas enquanto o mercado aguarda o discurso do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, sobre a economia marcado para as 20h (de Brasília).

O petróleo para entrega em outubro fechou em queda de US$ 0,29 (0,32%), a US$ 89,05 por barril na bolsa mercantil de Nova York (Nymex). No mercado eletrônico ICE, o Brent caiu US$ 1,25 (1,08%), encerrando em US$ 114,55 por barril.

No mercado norte-americano, o petróleo chegou a passar de US$ 90 por barril, mas perdeu ímpeto por conta do declínio no mercado de ações à espera do discurso de Obama.

A expectativa é de que o presidente norte-americano anuncie um novo plano para impulsionar o emprego em discurso durante sessão conjunta do Congresso, o que poderia resultar em um estímulo de até US$ 400 bilhões à economia do maior mercado consumidor de petróleo do mundo.

Em comentários feitos na tarde de hoje, o presidente do Federal Reserve Bank, Ben Bernanke, assegurou que o banco central norte-americano pode vir a adotar novas medidas de estímulo à economia, mas não se comprometeu com nenhuma ação ainda em setembro.

A fala de Bernanke derrubou as ações em Nova York. E os contratos futuros de petróleo têm acompanhado de perto os movimentos da ações nos últimos tempos. “Tudo o que os mercados de ações têm usado de parâmetro tem-se refletido no petróleo”, comentou Matt Smith, analista da Summit Energy.

As preocupações com a economia evitaram inclusive que a cotação da commodity fosse beneficiada pelo declínio mais acentuado que o esperado dos estoques de petróleo dos Estados Unidos. As informações são da Dow Jones.

Continua após a publicidade
Publicidade