Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Petróleo fecha em alta sob receios com tensão no Irã

Por Gustavo Nicoletta

Nova York – Os preços dos contratos futuros do petróleo fecharam em alta depois de estudantes do Irã terem invadido a embaixada da Inglaterra em Teerã, deixando os investidores preocupados com a possibilidade de mais tensão política no país, terceiro maior exportador mundial da commodity e alvo recente de pressões comerciais dos Estados Unidos e da Europa.

“O Irã é sempre uma incógnita”, afirmou Hamza Khan, analista da consultoria Schork Group. Segundo ele, de um ponto de vista psicológico, problemas no Oriente Médio afetam diretamente os preços do petróleo. Ele diz ainda que também contribuiu para a valorização do petróleo o fato de o índice de confiança do consumidor norte-americano do Conference Board ter saltado para 56,0 em novembro, de 40,9 em outubro, superando a expectativa de analistas, que previam uma leitura de 45,0.

O contrato do petróleo para janeiro negociado na New York Mercantile Exchange (Nymex) subiu US$ 1,58, ou 1,61%, para US$ 99,79 por barril, mas ao longo do pregão atingiu um pico de US$ 100,15 por barril. Na plataforma ICE, o contrato do petróleo tipo Brent para janeiro avançou US$ 1,82, ou 1,67%, para US$ 110,82 por barril.

Analistas disseram que o preço do barril na Nymex não encerrou acima de US$ 100 por barril por causa das preocupações com a crise da dívida soberana da Europa. Hoje, a Itália teve de vender títulos soberanos oferecendo ao mercado uma taxa de retorno superior a 7%, mesmo nível que forçou Portugal, Irlanda e Grécia a pedirem auxílio financeiro. As informações são da Dow Jones.