Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Petróleo fecha em alta após acordo na UE sobre Irã

O preço do barril do tipo Brent subiu 1,4% em Londres, para US$ 113,4

O preço do barril do Brent para entrega em fevereiro fechou nesta quarta-feira em alta de 1,4% na Bolsa Intercontinental de Futuros de Londres (ICE Futures), cotado a 113,7 dólares. O preço máximo negociado foi de 113,97 dólares por barril, e o mínimo, de 111,27 dólares, influenciados pelo princípio de acordo da União Europeia (UE) para um embargo do petróleo iraniano.

Também o petróleo negociado no mercado norte-americano fechou em alta nesta quarta-feira em decorrências das negociações europeias. Contudo, na Bolsa Mercantil de Nova York, a alta do dólar ante outras moedas e as preocupações com os problemas de dívidas da zona do euro limitaram os ganhos. Com isso, o petróleo do tipo WTI para entrega en fevereiro subiu 26 centavos, ou 0,25%, a 103,22 dólares por barril, variando entre 101,88 dólares e 103,74 dólares.

Efeito Irã – O próximo Conselho de Ministros de Relações Exteriores da UE, que será realizada em 30 de janeiro, pretende tomar uma decisão definitiva sobre as novas sanções ao Irã por sua contínua recusa a esclarecer as dúvidas da comunidade internacional sobre seu programa nuclear.

Segundo fontes locais, a Europa estaria disposta a enfrentar sem problemas um embargo às importações de petróleo do Irã, já que a perda de provisão poderia ser compensada com um aumento das compras de outros países produtores. O Irã vende a onze membros da UE e é o quinto país por volume de petróleo fornecido ao bloco depois de Rússia, Noruega, Líbia e Arábia Saudita.

No total, as importações iranianas representaram apenas 5,8% do total da UE em 2010, mas alguns países encontram-se em uma situação muito mais sensível. Os principais compradores de petróleo iraniano são, por esta ordem, Itália, Espanha, Bélgica, Grécia, Holanda, França e Alemanha, segundo dados da Comissão Europeia.

(com agências Reuters e EFE)